quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Duas bolas de sorvete

Não há nada que me deixe mais frustrada do que pedir sorvete de sobremesa,contar os minutos até ele chegar e aí ver o garçom colocar na minha frente uma bolinha minúscula do meu sorvete preferido.
Uma só.
Quanto mais sofisticado o restaurante, menor a porção da sobremesa.
Aí a vontade que dá é de passar numa loja de conveniência, comprar um litro de sorvete bem cremoso e saborear em casa com direito a repetir quantas vezes a gente quiser, sem pensar em calorias, boas maneiras ou moderação.

O sorvete é só um exemplo do que tem sido nosso cotidiano.
A vida anda cheia de meias porções, de prazeres meia-boca, de aventuras pela metade.
A gente sai pra jantar, mas come pouco.
Vai à festa de casamento, mas resiste aos bombons.
conquista a chamada liberdade sexual, mas tem que fingir que é difícil (a imensa maioria das mulheres continua com pavor de ser rotulada de 'fácil').

Adora tomar um banho demorado, mas se contém pra não desperdiçar os recursos do planeta./

Tem vontade de ficar em casa vendo um dvd, esparramada no sofá, mas se obriga a ir malhar./

E por aí vai.

Tantos deveres, tanta preocupação em 'acertar', tanto empenho em passar na vida sem pegar recuperação...
Aí a vida vai ficando sem tempero, politicamente correta e existencialmente sem-graça, enquanto a gente vai ficando melancolicamente sem tesão...

Às vezes dá vontade de fazer tudo “errado”.
Deixar de lado a régua, o compasso, a bússola, a balança e os 10 mandamentos.
Ser ridícula, inadequada, incoerente e não estar nem aí pro que dizem e o que pensam a nosso respeito.
Recusar prazeres incompletos e meias porções.

Nós, que não aspiramos à santidade e estamos aqui de passagem, podemos (devemos?) desejar várias bolas de sorvete, bombons de muitos sabores, vários beijos bem dados, a água batendo sem pressa no corpo, o coração saciado.

Um dia a gente cria juízo.
Um dia...
Não tem que ser agora.

Por isso, garçom, por favor, me traga: cinco bolas de sorvete de chocolate...
Depois a gente vê como é que faz pra consertar o estrago.

4 comentários:

  1. Sabe o que tudo isso me fez pensar?
    Um fim de semana com VC.
    Potes e potes de sorvete, run com passas, de creme, de chocolate...
    com muita calda e muita gargalhada!!!

    ResponderExcluir
  2. Essa crônica é ótima mãe! parabéns pelo blog , fico tão feliz que você tenha conseguido criá-lo e desejo tudo de melhor nessa nova experiênica.Saiba que qualquer coisa pode sempre contar comigo, eu amo tuas crônicas e dou maior apoio pra você mostrá-las. TE AMO MUITO e boa sorte !! beijos Luiza (:

    ResponderExcluir
  3. Hugo..desce a ladeira vem pra comunidade , to te esperando pra tomar sorvete, rir, trocar os lenços..kkk Mas prefiro picolé no palito, adoro ...PICOlÈ...kkkk Bjo amore

    Lu..do it!
    Vc é tudo pra mim
    TE AMO

    ResponderExcluir
  4. oi tiaa! eu não sabiaa o que era um blo :\ ' aí a luu me mando kkk! parabéns pelo blog , fico tão feliz que você tenha conseguido criá-lo e desejo tudo de melhor nessa nova experiênica.[2]
    beijoos tiaa (:

    ResponderExcluir